Gestão

CANVAS: por quê aplica-lo em seu negócio

/
12 0
canvas bessani softwares
Tempo de leitura: 9 min

Se você está lendo esse artigo agora é porque, provavelmente, possui um negócio ou pretende criar um. E hoje nós trouxemos aqui uma ferramenta muito utilizada por empresários e empreendedores: o Canvas!

Continue lendo que você vai entender do que se trata esse método e como ele pode te ajudar em seu negócio.

PRIMEIRAMENTE, O QUE É UM MODELO DE NEGÓCIOS?

Antes de mais nada, caso você não saiba muito bem do que estamos falando aqui, o que é e para quê serve um modelo de negócios?

Uma palavra-chave que nos ajuda a definir o modelo de negócios é: estratégia. Mas por quê?

Simples: o modelo de negócios é a estratégia que vai ajudar a sua startup a nascer e ter domínio no mercado no qual ela está inserida. E existem diversos modelos de negócios, cada um útil e importante à sua maneira, a depender do segmento da empresa que irá utilizá-lo.

Uma startup pode, por exemplo, adotar mais de um tipo de modelo de negócio, além de utilizar uma variedade de ferramentas e metodologias que se adequem melhor aos seus objetivos. O mais importante é que esse modelo de negócios seja mutável, transformando-se a fim de chegar à tão importante validação da sua startup.

Dentro desses modelos de negócio, um dos mais utilizados no momento por grande parte das startups é o Canvas. Não sabe do que se trata? No decorrer desse texto a gente vai te explicar tudo sobre essa metodologia e como você pode aplicá-la ao sua empresa!

O QUE É O BUSINESS MODEL CANVAS?

Criado nos anos 2000 pelo suíço  Alexander Osterwalder, com colaboração de Yves Pigneur, o Business Model Canvas (BMC), ou apenas Canvas, trata-se de uma metodologia que permite a co-criação de modelos de negócios a partir da análise de elementos chaves de toda empresa ou organização.

Alexander utilizou de conceitos como o design thinking para a elaboração de um modelo de negócios que viesse a revolucionar o pensamento dos empreendedores acerca de seus produtos ou serviços.

A partir da escrita de seu livro Business Model Generation, ele criou uma nova geração de empreendedores, e seu método é bastante utilizado inclusive por grandes empresas, como a Apple.

COMO ELE FUNCIONA?

O Canvas tem como base a criação de um “quadro” contendo alguns pontos essenciais de sua empresa ou organização, sendo eles:

  1. Proposta de valor: o que sua empresa irá fazer ou oferecer que trará valor para os clientes? Nesta parte tem que ficar claro quais os benefícios que o seu produto irá oferecer ao cliente.
  2. Segmento de clientes: qual será o segmento ou tipo de cliente em que sua empresa irá focar? Aqui você deve pensar na “fatia” de mercado que será o foco da sua empresa.
  3. Canais: como o seu produto/serviço irá chegar ao seu cliente? Podem ser canais de comunicação, distribuição e venda do produto, por exemplo.
  4. Relacionamento com clientes: como irá ocorrer o relacionamento da sua empresa com cada cliente? Este ponto é muito importante, porque por meio dele você irá descrever estratégias que farão com que o seu cliente permaneça com a sua empresa e não vá ao concorrente.
  5. Atividades-chave: o que é essencial que seja realizado para que a empresa entregue sua Proposta de Valor? Neste ponto você deve listar as atividades principais que devem ocorrer para sua empresa funcionar.
  6. Recursos principais: o que é necessário para a realização das atividades-chaves? Quais os materiais, produtos e pessoas essenciais para que o seu negócio funcione?
  7. Parcerias principais: quais os fornecedores, recursos principais e atividades-chaves terceirizadas para que você consiga executar sua proposta de valor?
  8. Fontes de receita:  como você irá conseguir receita por propostas de valor? Em outras palavras, como o cliente irá pagar pelos benefícios que terá por meio da sua empresa?
  9. Estrutura de custos: quais os custos mais importantes e necessários para que a sua proposta funcione? Nesse ponto, você deve incluir os custos fixos e variáveis. Caso não entenda bem sobre isso, pode ler mais clicando aqui.

Estes elementos devem ser distribuídos em um quadro (pode ser utilizada uma folha, cartolina ou outros materiais disponíveis no momento), onde você irá preencher cada um deles de acordo com o  que for se encaixar com a sua empresa.

O que faz com que o BMC seja tão utilizado para boa parte dos empresários e empreendedores é porque ele permite que o negócio seja visualizado por completo em apenas uma página, facilitando a observação de detalhes e análises necessárias. A seguir, você pode ver um exemplo de quadro com o Business Model Canvas.

Após o preenchimento de todas as informações do Canvas acerca da sua empresa, agora você precisa validar o seu negócio. E como se faz isso?

A validação nada mais é do que a apresentação do seu modelo de negócio para potenciais clientes e investidores. Ao fazer isso, você poderá ter um feedback da viabilidade do seu negócio.

Nesse momento, algumas perguntas devem ser respondidas: Devo continuar com isso? Devo abandonar? O que posso melhorar?

Ao entrar em contato com as pessoas de fora, você terá uma visão geral do seu negócio a partir do ponto de vista externo, o que vai permitir que você analise a maneira mais viável de tocá-lo.

QUANDO UTILIZAR O BMC?

Por se tratar da explanação de um modelo de negócios de uma maneira dinâmica e interativa, o BMC pode ser utilizado principalmente em algumas situações:

  • Na apresentação do negócio aos colaboradores da empresa, para que cada pessoa consiga observar seu papel dentro da organização;
  • Na apresentação a investidores, para mostrar de maneira direta, rápida e convincente sobre a estrutura do seu negócio;
  • No compartilhamento de ideias entre os sócios, pois, por se tratar de uma metodologia bastante dinâmica, facilita a visualização das diferentes visões e ajuda na tomada de decisão.

Agora que você já conheceu e está entendendo bem sobre o Business Model Canvas, falta saber sobre o Project Model Canvas. Já ouviu falar? Continua lendo que você vai entender melhor sobre ele também!

PROJECT MODEL CANVAS

O Project Model Canvas (PMC) foi desenvolvido pelo professor José Finnochio, que, utilizando o BMC como base, elaborou um diagrama que utiliza conceitos visuais da neurociência para a avaliação de projetos inteiros.

Esse diagrama permite o engajamento de toda a equipe ligada ao projeto e tem os seguintes pontos como os principais a serem analisados: stakeholders (pessoas, organizações, áreas ou, no geral, partes interessadas no projeto), equipe, premissas, grupo de entregas, restrições, requisitos, linha do tempo, riscos, custos, justificativas, produtos, objetivos e benefícios do projeto.

COMO FUNCIONA?

No Project Model Canvas existem perguntas chaves a serem respondidas acerca do projeto:

  • Por quê? – são as justificativas para os problemas a serem resolvidos, os benefícios que o projeto irá oferecer e os objetivos SMART (específicos, mensuráveis, atingíveis, realistas e temporais;
  • O quê? – aqui você irá apresentar o produto/serviço e explanar os requisitos básicos para que ele gere valor ao cliente;
  • Quem? – quais são os stakeholders interessados na execução do projeto e quais os colaboradores essenciais pela sua entrega?
  • Como? – aqui devem estar os aspectos que são importantes para a execução do projeto, os pontos que podem limitá-lo e o grupo de entregas gerado.
  • Quando e quanto? – nessa pergunta você deve agrupar todos os riscos capazes de afetar o seu projeto, possíveis soluções, e uma linha do tempo para representar graficamente o período de entrega de cada etapa.

Assim como no BMC, o PMC permite uma visualização geral do projeto, facilitando a integração de todas as variáveis pela equipe, que pode executá-lo e monitorá-lo até a sua finalização.

Ah, e a boa notícia é que você só precisa de canetas, post-its e folhas A4 para a elaboração de um PMC, ou seja, coisas básicas e que não irão trazer nenhum prejuízo financeiro ao seu projeto.

VANTAGENS DE SE UTILIZAR O BUSINESS MODEL CANVAS E O PROJECT MODEL CANVAS

Pronto! Agora você já sabe como funcionam as duas metodologias do Canvas, mas ainda não está convencido de utilizá-las em seus negócios e projetos? Aqui vão algumas de suas principais vantagens:

  • O BMC é uma ferramenta muito mais interativa e de fácil utilização quando comparada a um plano de negócios tradicional;
  • O BMC permite que você, empreendedor, analise e avalie bem todos os principais aspectos do seu negócio até que sua validação esteja completa. Isso é essencial, pois sem essa validação, você poderia acabar dedicando muito tempo, esforço e dinheiro em um negócio que, no final das contas, poderia se mostrar inviável no mercado;
  • Tanto o BMC quanto o PMC, devido ao fato de possuírem estruturas dinâmicas e interativas, permitem manter a equipe focada em objetivos tangíveis e facilita a compreensão dos negócios ou projetos;
  • Diferentemente do que muitos empreendedores pensam, as duas metodologias podem ser utilizadas tanto por empresas mais enxutas quanto por empresas maiores também.

Agora sim, você deve estar convencido, né?

Já que você provavelmente está dando início ao seu novo negócio, que tal já começar a sua empresa liderando seu time da melhor forma? Você pode clicar aqui para descobrir as principais habilidades necessárias para liderar a sua equipe.

Ah, só para enfatizar um ponto muito importante relacionado ao seu negócio: todas as ferramentas apresentadas anteriormente são mutáveis.

Por se tratar de um negócio em fase inicial, é importante que você, empreendedor ou gestor do negócio, esteja sempre atento às mudanças necessárias dentro ao projeto, analisando novas ameaças, oportunidades e incertezas que possam surgir com o passar do tempo para evitar “surpresas”.

Agora que você já conhece sobre o Canvas, não deixe de conferir os principais indicadores de desempenho para a sua empresa acompanhar.

Dúvida críticas ou elogios, deixem nos comentários!

Assine nossa newsletter para receber nossos conteúdos e não deixe de acompanhar nossas redes sociais – Facebook e LinkedIn.

Soluções ERPPowered by Rock Convert
Posts Relacionados
/

Se você está lendo esse artigo agora é porque, provavelmente, possui um negócio ou pretende…

/

Se você está lendo esse artigo agora é porque, provavelmente, possui um negócio ou pretende…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up