Tempo de leitura: 9 min

Você jovem empreendedor ou já empresário, que não conhece muito o mercado industrial ou não compreende muito bem as finanças, este artigo é para você. Com ele, você encontrará dicas de como aumentar a produtividade na indústria, um dos setores econômicos mais importantes do nosso país. 

Você encontrará aqui também, maneiras de analisar a situação de trabalho em que a sua indústria se encontra e a como mudar esse cenário, investindo em tecnologias e uma gestão de qualidade, inovando a partir de investimentos, qualificando funcionários e eliminando os desperdícios. Assim, você conseguirá aumentar a produtividade na indústria consideravelmente. Siga as dicas!

Analise o fluxo de trabalho

Primeiramente, para que seja possível aumentar a produtividade é preciso analisar as condições que a equipe de funcionários possui para aumentar a produtividade, analisando assim o fluxo de trabalho já existente. Mas como essa análise deve ser feita? 

A análise do fluxo de trabalho é a avaliação feita de todo o processo industrial do produto, por exemplo, o desenvolvimento deve ser acompanhado desde a chegada da matéria prima na indústria, até o momento de saída do produto final para as prateleiras dos comerciários. 

Entretanto, saiba que o fluxo de trabalho depende de três ícones essenciais para a produção, tais como: o ser humano, a tecnologia e as ações de produção. Ou melhor, a resposta para três perguntas essenciais: “o que será feito, quem o fará, e como o fará? ”.

O agente humano é aquele responsável por realizar grande parte das atividades, portanto, é necessário um diálogo proximal com o grupo de funcionários existentes, pois apenas eles mostrarão suas habilidades e são essas mesmas habilidades que devem ser avaliadas e aproveitadas como realmente devem ser, analisando o trabalho que já exercem e realizando possíveis mudanças de funções. 

O próximo componente do processo de produção é a tecnologia utilizada para que esses produtos sejam realizados. A observação da tecnologia dentro de sua indústria fará com que perceba quão produtiva ela está sendo para a própria produção. Se ainda se encontra atualizada para atender as demandas ou se pode passar por mudanças para modernizar a produção do produto. 

O terceiro e último componente da produção, são as atividades exercidas. É preciso mapear todas as atividades mantidas dentro da indústria, como por exemplo toda a entrada e saída de informações, mercadorias, entre outros fatores envolvidos na produção. 

Perceba a importância de se analisar o fluxo de trabalho da indústria, exercidos pelos três componentes principais apresentados. Realizando assim as melhorias no fluxo de trabalho a sua indústria tenderá a aumentar a produtividade.

Qualifique seus funcionários

Como observado no tópico anterior, o colaborador possui uma responsabilidade e importância muito grande para a produtividade na indústria, portanto, é preciso saber se seus funcionários estão realmente qualificados para continuarem exercendo as suas respectivas funções atuais, caso não estejam totalmente qualificados é preciso iniciar uma qualificação geral da indústria. 

A qualificação de funcionários da indústria precisa ser motivada e essa motivação precisa ser feita por um líder. Esse líder deve saber como motivar, pois, esse não é um simples trabalho. Se quiser se informar um pouco mais sobre como motivar uma equipe, veja esse guia prático também desenvolvido por nós da Bessani Softwares. 

Para a qualificação de seus funcionários, você precisará de tutores capazes de realizar esse tipo de trabalho, até mesmo dentro da indústria você poderá selecionar líderes do seu próprio corpo de funcionários, ou escolher uma instituição capaz de capacitar esses funcionários. No Brasil a principal líder de capacitação de indivíduos técnicos em várias áreas da indústria é o SENAI, essa é a uma das maiores instituições educacionais/profissionais das Américas, reconhecida até pela Organização das Nações Unidas.

Muitas das indústrias, optam por capacitar seus maiores bens que são seus colaboradores, pois assim não há como perdê-los, por isso é tão importante qualificá-los, por meio de feiras e workshops, entre outras técnicas de capacitação.

O essencial a ser feito é sempre dar oportunidades para que os funcionários continuem se atualizando e consigam desempenhar um papel com mais propriedade, mais eficácia e mais rapidez. Sendo assim, automaticamente a sua produtividade saltará e muito, acarretando um grande crescimento da indústria.

Inove

Todos sabem que quanto mais a tecnologia vem se desenvolvendo, mais a produção industrial é enriquecida. A tecnologia é considerada uma forma de inovação de recursos, tarefas e até investimentos, sendo assim, o apego à tecnologia faz com que os métodos tradicionais sejam descartados se tornando obsoletos e a busca por melhorias seja aumentada.

Muitas indústrias optam pela inovação, porém, se esquecem que para essa escolha existe uma “consequência”. É importante explicar o uso da palavra consequência, pois o termo aqui mencionado não quer referenciar nada negativo, muito pelo contrário, algo que precisa ser explicado de forma realista. 

Por exemplo, ao escolherem uma atualização dos modos de produção e a substituição de algumas funções humanas por máquinas é preciso saber também, que as máquinas recém adquiridas precisarão ser controladas ou gerenciadas por um humano, sendo assim o uso desse novo equipamento precisará ser instruído a partir de uma capacitação (conforme já mencionado no tópico acima). 

É importante também enfatizar, que a inovação não está somente ligada a tecnologia, pois muitas vezes os métodos tradicionais podem ser atualizados, mas não apenas substituídos por tecnologias. A inovação é também o estímulo da criatividade do corpo de colaboradores, fazendo com que eles sejam mais autônomos e que tragam soluções e melhorias para seus setores, deixando de lado as estratégias convencionais de trabalho. 

Lembrando que a inovação também é conseguida a partir da análise de fluxo de trabalho, pois por meio da análise você conseguirá notar quais procedimentos não são eficientes, portanto, precisam ser melhorados, ou até substituídos por outros, ou seja, inovando. Só assim você conseguirá aumentar a produtividade de sua indústria.

Elimine os desperdícios

O desperdício é considerado todo uso exagerado ou indevido de determinado bem ou matéria prima acarretando a perdas. Na indústria isso não difere, o desperdício é quando há excesso, perdas, danos e todo esbanjamento descabido de determinada coisa. 

Uma das dicas mais essenciais para aumentar a produtividade é a redução de desperdícios. Muitas indústrias acabam eliminando grande parte da matéria prima utilizada para elaborar o seu produto final, pois não possuem uma ideia consciente de quantidade ou às vezes acabam não compreendendo, ou talvez nem tenham sidos capacitados o suficiente para saber utilizar a matéria prima e não a desperdiçar. 

Para que isso não ocorra é preciso padronizar melhor as etapas de produção e a monitorar mais todas as matérias utilizadas, a quantidade, ou se for possível até reaproveitar os resíduos de matérias desperdiçadas de alguma etapa. Portanto, um monitor de produção é essencial para a redução de gastos e desperdícios, pois os gastos desmoderados acabam se tornando despesas e você não vai querer aumentar despesas involuntárias não é mesmo? (Saiba mais sobre redução de despesas nesse nosso outro artigo). 

Até o uso de algumas tecnologias acabam sendo uma boa solução para a eliminar os desperdícios, desempenhando o papel de “medidor de matérias primas”, ou seja, dando números e cálculos exatos a serem seguidos para evitar erros ou até um desacordo no produto final.

Invista em gestão de qualidade 

Ao falarmos em dicas de como aumentar a produtividade na industria é inevitável não citar a gestão das indústrias, pois é nela que se inicia todo o processo de produção. Na gestão estão os responsáveis pelo sucesso e pelo desenvolvimento inicial de qualquer produto. Sem uma boa gestão, qualquer tipo de indústria ou até empresas no geral, podem ser desmoralizadas, por isso, uma gestão de qualidade acaba se tornando o carro chefe do mercado. 

Para que esse cenário seja diferente, e nenhuma indústria sofra qualquer tipo de dano negligenciado pela gestão é preciso um investimento nesse setor, de modo que ele consiga ampliar a qualidade de todos os setores e inclusive pleitear o bem-estar do cliente para com o produto final, elaborado pela indústria. 

Visando a atual situação econômica nacional, ou melhor, mundial ocasionada pela devastadora pandemia de COVID-19 é importante evitar erros, pois os erros poderão acarretar ainda mais gastos e despesas para a indústria. Por isso, a implementação de uma gestão de qualidade não visa substituir setores que se encontram em colapso, mas sim a fortalecer e a desconstruir a inadimplência. 

Muitos donos ou líderes de indústrias estão acostumados a planejar sua gestão somente voltada à produção, porém, é aí que mora o erro e entra a solução: a gestão de qualidade. É função da gestão de qualidade saber ou se informar sobre o real feedback do cliente, ao consumir o seu produto, pois, caso essa relação proximal não venha a se consolidar, a indústria enfrentará crises, pois sem clientes, sem lucros.

A gestão de qualidade, além de sistematizar o trabalho precisa possuir olhos críticos pelo todo. Pois os diversos setores de uma indústria precisam ser unificados, pelo menos durante as avaliações, estreitando as relações e motivando o potencial escondido em cada indivíduo ali dentro.

Caso queira saber mais sobre Gestão de qualidade, clique na palavra chave linkada, para acessar mais um interessante artigo disponível por nós Bessani Softwares.

Soluções ERPPowered by Rock Convert

Deixe aqui seu comentário