Clientes

Confira 4 dicas para fidelizar clientes no varejo e no atacado

/
8 1
fidelizar clientes
Tempo de leitura: 4 min

As diferentes abordagens adotadas no atacado e no varejo costumam sugerir ações e estratégias específicas para fidelizar clientes. Porém, existem situações nas quais é útil adotar práticas que possam ser utilizadas nos dois casos, especialmente quando a empresa atua nessas duas frentes.

Sendo assim, se o seu negócio atende diretamente os consumidores de varejo, usa intermediários para alcançar esse consumidor e, portanto, vende no atacado, ou ambos, esta postagem é para você.

A fidelização é cada vez mais importante no contexto atual, no qual os compradores dividem experiências de compra, pesquisam depoimentos e eventuais reclamações de outros clientes antes de comprar. Confira as dicas e use isso a favor do seu negócio.

1. Comece pela busca de informação

Você pode imaginar que a fidelização do cliente depende exclusivamente da adoção de um conjunto de táticas, ferramentas e práticas que estimulam uma nova compra. No entanto, o processo de fidelização começa muito antes disso.

Os programas de fidelização de sucesso usam todas as informações que coletam no momento de cadastro do cliente, que descrevem o perfil demográfico dele e mais cada detalhe das compras efetuadas, como valor médio da compra, frequência de contato e negociação, produtos comprados e nível de engajamento, para identificar hábitos, comportamentos, necessidades e desejos.

2. Entregue um valor superior

Com base nessas preferências, a empresa pode, então, desenvolver ações e modelos de atendimento, adaptar a operação para entregar um valor superior e, desse modo, encantar o cliente. Preferencialmente, a empresa deve superar as expectativas dele. Por valor superior, entenda a percepção do cliente de que o que ele compra de sua empresa vale mais do que o que ele precisa desembolsar para receber.

Se sua entrega é mais rápida e isso permite que o cliente de atacado possa trabalhar com um estoque menor, o que diminui a quantidade de dinheiro que ele precisa deixar parado, você tem um exemplo de valor — desde que isso seja importante para o comprador.

No varejo, produtos mais saudáveis pode ser um valor, assim como condições de pagamento mais flexíveis e outros benefícios que o cliente valoriza (valor).

3. Crie um programa de fidelização

Os programas de fidelização também podem ser adotados nos dois casos e constituem formas de estímulo importantes para que o cliente volte a comprar. Agora, você já sabe que precisa armazenar informação desde o ingresso dele, quando se cadastra. Sendo assim, vai precisar de um sistema que garanta facilidade, acessibilidade e segurança em relação a esses dados.

Desse aspecto, não adianta improvisar. Se você precisar, por exemplo, coletar dados em uma planilha sobre as compras efetuadas por cada cliente, fazer cálculos para encontrar o ticket médio de cada um, a variedade de produtos que compra e assim por diante, perderá tempo precioso e não conseguirá levantar tudo o que precisa para pensar no modelo ideal de programa de fidelização.

4. Adote boas práticas de fidelização

Além dessas medidas, existem várias práticas comuns aos programas e estratégias de fidelização que podem ser usadas no atacado e no varejo e melhorar seus resultados. Por exemplo:

  • melhore a experiência de compra — os desejos e as necessidades são diferentes, mas todo cliente volta se gosta da experiência de compra;
  • pratique o relacionamento — ações de pós-venda e a gestão do relacionamento ajudam qualquer programa;
  • crie promoções exclusivas — o cliente precisa de estómulo para continuar comprando, não espere que ele tome uma atitude.

Como conclusão, podemos considerar as várias dicas para perceber que, de forma geral, fidelizar clientes implica em obter informações sobre os compradores de varejo e de atacado para, com base em suas necessidades e seus desejos, garantir uma boa experiência de compra. Essencialmente, é essa satisfação que faz com que eles voltem a comprar, indiquem a empresa e aumentem o valor médio de cada pedido.

Agora que concluímos, que tal dividir e trocar informação sobre o tema? Compartilhe este post nas redes sociais e interaja sobre o tema!

Posts Relacionados
/

As diferentes abordagens adotadas no atacado e no varejo costumam sugerir ações e estratégias específicas…

/

As diferentes abordagens adotadas no atacado e no varejo costumam sugerir ações e estratégias específicas…

1 Comentário
  • Jerald Hoese
    5 meses ago

    Apreciei este blog. o material é muito ideal. Irei retornar mais uma vez.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up