Gestão

Inventário de estoque: entenda sua importância e aprenda a fazer

/
2 0
Tempo de leitura: 3 min

O inventário de estoque se caracteriza pela ação prática de levantamento da quantidade e da condição dos produtos armazenados pela empresa, sejam matérias-primas, sejam itens acabados. Os procedimentos necessários incluem identificação, classificação e contagem.

As funções e os benefícios envolvem a lucratividade, a eficiência e o controle. Afinal, sem um bom inventário, a empresa nem ao menos sabe, com segurança, o valor que mantém imobilizado em estoque, os produtos disponíveis para a venda, o que precisa ser comprado e o que é aconselhável promover.

Portanto, falhas de inventário causam falta de produtos que o cliente precisa e, ao mesmo tempo, sobra no estoque — o que implica em dinheiro parado, que poderia ser investido em crescimento ou retirado como lucro. Por isso, entenda, de uma vez, o que você precisa fazer para verificar o seu estoque com precisão.

Elabore os processos de estoque

A maioria dos problemas e diferenças de estoque ocorrem em razão de erros elementares de procedimentos. Pode ser a digitação errada de um código, da quantidade de um item e, até mesmo, a falta de lançamentos. Às vezes, intencionalmente, mas muitas delas são por engano.

Por isso, a definição dos processos que envolvem o estoque precisa estar elaborada e descrita, o que inclui o próprio inventário. Como ele será efetuado? Quem será o responsável? Com qual frequência? Cada tarefa deve estar prevista.

Categorize os produtos

A categorização de produtos tem a função evidente de facilitar e melhorar os controles, mas separá-los por classes também melhora bastante as atividades de inventário, especialmente a de contagem.

Você pode, por exemplo, elaborar um cronograma de verificação por categoria de produtos e organizar melhor essa tarefa, uma vez que contar todo o estoque de uma vez é inviável como atividade periódica.

Trabalhe a organização interna

Contudo, não é apenas com a organização da contagem que você deve se preocupar. O mesmo produto armazenado em locais diferentes, espalhados pelos corredores ou em espaços de difícil acesso cria dificuldades desnecessárias para um bom controle de inventário.

Isso sem contar o risco maior de danificar itens, principalmente os mais frágeis, que precisam de condições especiais de armazenagem.

Treine a equipe

O efeito de elaborar os processos, procedimentos e regras de armazenamento e gestão de estoque serão relativos, se a equipe não for adequadamente treinada para executá-los. Boa parte das falhas ocorrem em razão da falta de habilidade ou de conhecimento sobre como as tarefas devem ser executadas.

Utilize a tecnologia

Atualmente, é impensável que uma empresa mantenha controles eficientes de estoque sem um bom sistema. Desde o seu desenvolvimento, eles são elaborados de acordo com boas práticas de gestão, o que inclui a padronização de procedimentos de estoque que facilitam o controle e o registro de movimentação.

Para concluir, é importante identificar que o inventário de estoque é uma medida essencial para equilibrar os recursos disponibilizados para mantê-lo. Ao identificar a possibilidade de diminuir a valor dos produtos estocados, por exemplo, a empresa reverte, rapidamente, esses itens armazenados em demasia como dinheiro disponível em caixa.

Em muitos casos, essa identificação cobre sozinha os custos de investimento para controle e com inventário de estoque, incluindo sistemas com essa funcionalidade.

Continue se informando com dicas valiosas para o seu negócio. Acesse e siga nossas páginas no Facebook e no LinkedIn.

Soluções ERPPowered by Rock Convert
Posts Relacionados
/

O inventário de estoque se caracteriza pela ação prática de levantamento da quantidade e da…

/

O inventário de estoque se caracteriza pela ação prática de levantamento da quantidade e da…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up