Finanças

O que será tendência nas indústrias no segundo semestre de 2020?

/
8 0
Tempo de leitura: 8 min

Ao realizarmos uma busca histórica, seremos capazes de recordar que a indústria é algo que já perpetua por muitos e muitos anos em nossa sociedade, ou mais especificamente, durante alguns séculos, essa atividade já é conhecida e considerada a grande potência econômica mundial, surgindo inicialmente na Inglaterra, a partir da Primeira Revolução Industrial.

A indústria é um processo de transformação de determinadas matérias em produtos totalmente comercializáveis, essa produção é realizada a partir dos humanos e das máquinas, sendo assim, os produtos finais produzidos movimentam os mercados financeiros e são um grande gerador de serviços.

Esse breve apanhado histórico, têm como objetivo apresentar a real função da indústria e como esse processo pode ser explicado para o homem da melhor maneira. Você indivíduo um pouco leigo neste mercado industrial, necessita saber um pouco mais sobre isso, pois é a partir da indústria que a economia mundial é gerada e o seu pequeno ou grande negócio continua expandindo graças ao poder das mesmas.

Mas para saber um pouco mais sobre a expansão do mercado ou do cenário industrial, antes, é preciso debruçar-se sobre o que é tendência nas indústrias e quais serão as tendências a serem seguidas por quase todos os líderes de indústrias, perante o nosso plano econômico atual, após essa pandemia de COVID-19 que afetou não só o Brasil, como o mundo todo, fazendo com que os rumos de 2020 sejam repensados a partir de seu segundo semestre.

Além disso, este artigo mostrará quais estão sendo os frutos colhidos pelas indústrias em 2020, anteriormente cultivados durante o ano de 2019. Pois caso você não saiba, o lucro de quase todos os negócios além de ser rotativo precisa ser assegurado. Por exemplo, os investimentos realizados durante um ano, precisam ser assegurados no ano posterior, realizando assim um progresso contínuo.

Tendências tecnológicas

Inicialmente, é preciso explicitar aos leitores, o que de fato pode ser considerado tendência nas indústrias, até porque a palavra tendência se auto explica como: determinada ação, coisa, ou técnica que leva tais indivíduos a seguirem determinados caminhos.

Entretanto, antes de intitularmos a principal tendência nas indústrias para o segundo semestre de 2020, se faz necessária uma análise das últimas tendências ditas pelo mercado, pois essas propensões citadas pelos donos das grandes indústrias se modificam ou até se atualizam ao longo dos anos, podendo apresentar ideias extremamente semelhantes às anteriores. 

Contudo, analisando as últimas predisposições apresentadas ao longo dos anos, podemos observar o contínuo apelo às tecnologias. Essas tecnologias são consideradas tendências pois se resumem em uma série de técnicas testadas e que obtiveram um grande sucesso e acaba se tornando um modelo, uma tendência para o mercado. Essa atualização ou até transformação digital pode ser conferida também em um de nossos artigos “Saiba quais são as tendências para 2020”

Uma das tecnologias mais avançadas que vem ganhando grande espaço no mercado é a famosa “inteligência artificial” esse mecanismo acabou se tornando uma tendência nas indústrias, pois, por serem robôs programados pelo homem, acabam ampliando a autonomia e a produção das indústrias. Esses robôs funcionam por programações, entretanto, objetivo da inteligência artificial é que as próprias máquinas criadas percebam e aprendam atuando na contribuição das atividades humanas.

Entretanto, essas novas tecnologias só serão realmente aproveitadas quando outra tecnologia ser instituída, como por exemplo a conexão 5G. Essa velocidade é considerada a banda larga mais rápida atualmente, por isso, determinadas tecnologias só apresentarão êxito quando conectadas a uma conexão mais veloz e confiável.

Essas conexões mais rápidas e em tempo real, dão ao líder da indústria a chance de adotar softwares capazes de serem gerenciados à distância, portanto, o acompanhamento empresarial pode ser feito de dentro de sua própria casa utilizando apenas uma boa conexão com a internet. Esses softwares de gerenciamento à distância são essenciais para lidar com as medidas sanitárias tomadas por todas as nações, conforme mencionado anteriormente.

Estabilidade

Um dos fatores principais para a indústria é a estabilidade financeira. Mas por que esse fator pode ser considerado uma tendência nas indústrias atualmente? Nós explicamos! A estabilidade financeira vem sido mais planejada, como forma de tendência nas indústrias, de maneira lucrativa, pois é por meio dela que os líderes conseguem medir o seu impacto anual, ou seja, quanto se pode investir ou economizar, para que o negócio continue estável.

A estabilidade não só media os negócios como também direciona a indústria para o que deve ou não ser feito. Segundo pesquisas brasileiras, em 2020 as indústrias iniciaram o ano no azul, sendo assim, com grandes lucros e muita estabilidade para enfrentar crises.

Além do mais, esse alavancamento só se tornou possível de dezembro de 2019 para janeiro de 2020 pois foi quando os mercados, como por exemplo o metalúrgico, conseguiu se recuperar em meio as quedas dos anos anteriores.

Observando os impactos econômicos que vêm acontecendo durante esses anos é preciso pensar que o segundo semestre de 2020, será o responsável para os primeiros trimestres do ano de 2021, pois, por se tratar de um lucro cíclico, os anos seguintes colhem os “frutos” dos anos anteriores, assim sucessivamente.

Mas para que se tenha estabilidade em meio à crise, é necessário encontrar um ponto de equilíbrio. Presente até em um dos nossos outros artigos, esse assunto: ponto de equilíbrio, conhecido também como “Break Even” se trata da igualdade financeira dos negócios, ou até como o próprio nome já diz, o ponto de equilíbrio entre os gastos e os lucros, transformando-os no mesmo número e igualando as despesas fixas e variáveis.

É importante enfatizar o ponto de equilíbrio para se garantir a estabilidade como forma de antecipação de transtornos, por exemplo, durante o cenário pandêmico atual, as indústrias continuam funcionando, mas o comércio não, sendo um dos setores de relação mais proximal, ou seja, um contraponto como esse, poderá ocasionar uma enorme crise, por esse motivo, se faz necessário um planejamento de estabilidade, para que a crise não acabe deixando sequelas, até se tratar de algo passageiro.

Reflexão

Considerando as discussões anteriores, fica-se o grande questionamento: E agora, com a volta da movimentação econômica, como ficará a situação da indústria brasileira? A resposta não é tão simples quanto se imagina, porém, é possível ser respondida, pois, para o mercado industrial que iniciou o ano em vantagem, ainda se terá um respiro para refletir, mediante as crises futuras,

Mas por que a reflexão é importante para a indústria? Simples! Ao citarmos a reflexão, queremos deixar claro que não tratamos da palavra em um sentido apenas literal, como sentido de reflexão individual e sim como forma de planejamento coletivo. De modo geral, as indústrias necessitam de uma boa gestão de qualidade, pois, em parceria com a gerência, as decisões poderão ser refletidas antes mesmo de serem tomadas

A reflexão é tida como tendência nas indústrias, neste caso, pois grande parte das indústrias cada vez menos reflete sobre o trabalho industrial e sobre todos os impactos que a atuação ou até a não atuação acabam realizando em sua comunidade interna e externa.

É necessário refletir e até antecipar possíveis problemas, para que a indústria já apresente uma gestão planejada e resistente. Já pensou quantos impactos sociais internos e externos aconteceriam se as indústrias parassem por um dia? Após se tornar um mundo maniqueísta, é quase impossível imaginar cenários com a ausência de produção industrial, pois, a maioria dos produtos existentes por mais naturais que tentem ser, acabam passando por algum processo industrial, ou seja, necessitando sempre das indústrias para existir.

Um mercado que já está acostumado a elaborar formas de combater o baixo lucro (disponível também no nosso site) ou até as crises que podem surgir, acaba se tornando um mercado resistente, pois está sempre pronto para tudo que precisar combater. Além do mais, a indústria após enfrentar crises precisa de reflexão também para o fluxo de trabalho e no aumento da produtividade que deverá ser colocada durante os próximos períodos.

Motivação para a reestruturação

A partir desse tópico é possível finalizar os assuntos que poderão ser tendência nas indústrias no segundo semestre de 2020. De acordo com os tópicos já discutidos, essa é mais uma tendência nas indústrias voltada para a área do planejamento, pois sem planejamentos nada consegue prosperar.

A motivação é algo que precisa ser instaurado para uma futura reestruturação, pois após um período de instabilidade é necessária uma reestruturação coletiva e planejada. Essa reestruturação deverá acontecer nos diversos setores, como, gestão, administração, financeiro e por último, mas o mais importante: o setor de produção. Por isso se faz tão importante a motivação, pois só uma equipe motivada conseguirá ter autonomia e desejo de recomeçar após uma recessão. As tendências aqui mostradas podem parecer um pouco arcaicas e até desconsideradas tendências para muitos, porém, o cenário global é o mesmo e as tendências que nós acreditamos que serão tomadas como modelo são essas, tendências de reflexão, motivação e reestruturação. Visto que, só a partir de um posicionamento, planejamento e delineamento do mercado industrial que as novas tendências poderão ser priorizadas, caso contrário, é importante evitar que as inovações sejam estabelecidas neste momento.

Posts Relacionados
/

Ao realizarmos uma busca histórica, seremos capazes de recordar que a indústria é algo que…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up