Finanças

Ticket médio: Dicas para aumentar seu faturamento!

/
18 0
ticket médio
Tempo de leitura: 4 min

O ticket médio é um dos indicadores mais importantes em qualquer empresa. Seu acompanhamento garante a busca do maior retorno possível em relação ao esforço comercial empregado.

Ou seja, atrair novos clientes e vender com frequência para os existentes são tarefas que demandam dedicação e investimentos. No momento em que eles compram, espera-se que esse empenho seja compensado, o que depende do ticket médio. Vamos entender isso melhor neste artigo. Continue a leitura!

O que é e como é calculado o ticket médio?

O ticket médio não é nada mais do que o valor médio dos pedidos de venda. Seu cálculo é simples. Basta dividir o valor total de vendas pelo número delas no mesmo período. Digamos que em um dia você vendeu R$ 10 mil e, para isso, precisou negociar 100 pedidos. Nesse caso, o seu ticket médio é de R$ 100 (R$ 10 mil ÷ 100 = R$ 100).

O índice também pode ser calculado considerando a média por vendedor, por unidade ou por cliente, por exemplo. Tudo depende do seu propósito, mas o principal é mesmo identificar a média das vendas, com o objetivo de aumentar os resultados e garantir um bom retorno do seu investimento na aquisição e manutenção dos clientes.

Além disso, o ticket médio sinaliza quando algum problema, como a forma em que os produtos são expostos ou o profissional de atendimento oferece itens adicionais, precisa da sua atenção. Também é possível perceber o impacto de uma promoção de descontos. Ou seja, quando você promove um determinado produto, é natural que atraia mais clientes e efetue mais vendas, mas com uma lucratividade menor.

Com o acompanhamento do ticket médio, é possível monitorar se as suas ações de venda estão sendo capazes de compensar isso com o estímulo da compra de produtos adicionais. Dito isso, podemos relacionar nossas dicas para você. Acompanhe a seguir.

Como aumentar o ticket médio?

1. Entenda o que gera as baixas

Como já adiantamos, existem motivos diferentes influenciando o seu ticket médio. Por isso, é fundamental começar com a identificação de quais são eles. Se, por exemplo, os seus vendedores estiverem se esquecendo de ofertar produtos adicionais, você pode programar um treinamento, registrar no sistema produtos relacionados como sugestão de oferta, fazer uma campanha de premiação para os profissionais com melhores resultados e assim por diante.

Mas se você for um lojista e os produtos não estiverem expostos estrategicamente, de forma a lembrar, por exemplo, o consumidor que comprou um tênis de que ele pode precisar de meias novas, será o caso de rever o posicionamento e o destaque desses itens.

2. Foque no cliente ideal

Se você puder gerar um relatório de curva ABC dos clientes (uma lista de compradores relacionados de acordo com a compra, da maior para a menor) e for possível identificar o perfil daqueles que geram um ticket médio alto, você poderá focar seus esforços em atrair mais consumidores com aquelas características e, automaticamente, aumentar seus resultados.

Além disso, a sua política de relacionamento, sustentada por um bom sistema de CRM, tem relação direta com seu ticket médio que, aliás, é uma referência da eficiência de suas políticas de fidelização. Afinal, o cliente fiel não é apenas o que compra sempre, mas o que também compra bem.

3. Monte kits e ofereça descontos progressivos

Duas excelentes dicas bem práticas são a montagem de kits com vários produtos relacionados e as campanhas de descontos progressivos e de frete grátis, por exemplo. Quanto maior o estímulo, maiores as chances de o cliente responder positivamente.

4. Use os recursos tecnológicos

Monitorar o ticket médio é ótimo, mas passar horas inserindo dados em planilhas e efetuando cálculos diversos é um desperdício de tempo, ainda mais ao considerarmos que é possível levantar seu indicador de várias formas, como listamos. Um bom sistema vai gerar essas informações automaticamente e, desse modo, permitir que você foque nas estratégias de aumento das vendas.

Além disso, o ticket médio costuma ser mais alto nas empresas atentas às tendências de mercado. Elas podem apontar oportunidades ao mesmo tempo que refletem algumas expectativas dos compradores que, se atendidas, aumentam a compra.

Gostou do nosso post? Aproveite então para ler também o nosso texto sobre tendências de varejo. Boa leitura!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up
Open chat
Powered by